Os defeitos detectados no ITV

Os defeitos detectados no ITV'Crise'sem, por razões econômicaspassivopassar o ITVcusto de inspeçãoentre 20 e 70 eurospreço a ser pago o motorista que está ciente das falhas em seus veículosa maioria dos defeitos comunsestações de ITVinspecções realizadas em 2010entre 13 e 17 por centoNão foi inspecções obrigatórias15,781,313 veículos5,3 por cento mais que em 200966 por centocarros individuais

cerca de 20 por centoEles falharam a primeira inspeçãoEles foram rejeitadascinco veículos passaram pela ITV em 2010, uma foi rejeitadaprimeira inspeçãoPAM vagões de mercadorias>3500superior a 30 por centooutras inspeçõesônibus8,39 por centoa maioria dos defeitos comunstanto grave e leveiluminação capítulo e sinalizaçãofalhas graves22,9 por cento4.179.100 1.276.537 leve e grave

11,479,345 ligeiros defeitos5581840 defeitos gravesvalores mais elevados do que os registrados em 2009segunda posiçãomotor de capítulo e transmissãofreiosterceira posiçãocapítulo eixos, rodas, pneus e suspensão19,9 por centofreios16,8 por centoEles foram reduzidos

10,5 por cento de defeitos gravesemissões capítulomais susceptível de ultrapassar os limitesligeiros defeitosiluminação e36,4 por cento do totalmotor e transmissãoembalagem exterior, o corpo e chassisfreiosTotal de defeitos detectados em 2010: 17,061,185 *
O mais ...
(31,9%)
(14%)
(14%)
(13,5%)
(8,2%)

A menos ...
(6,7%)
(4,3%)
(4,2%)
(2%)
(1,2%)

adicionando um ligeiro defeito e defeitos graves nos capítulos 10quadro legal e outras considerações