câmeras de controle e cinto móvel: a DGT não avisar a sua localização

câmeras de controle e cinto móvel: a DGT não avisar a sua localização

novo câmeras de vigilância para controlar a uso de cintos de segurança e de telefonia móvel vai colocando ao longo do ano nas nossas estradas, mas não notificar-nos da sua presença. DGT não irá instalar painéis de informação, assim como os radares fixos, advertindo-nos da existência de uma câmera de vigilância. o associações motoristas acreditam que señalizarlas seria positivo; no lado oposto, as associações de vítimas do tráfico, as multas são, infelizmente, a única maneira de aumentar a conscientização.

Como explicamos da CEA (Carro Europeu), "controles são necessários como trabalho de prevenção e conscientização, mas a DGT por não alertando para a existência de câmaras de vigilância acreditam dando um passo para trás em sua política de transparência Eu estava carregando com radares fixos. A prevenção é o motorista sabe onde essa câmera lembrá-lo de que o que você está fazendo é certo ou errado". Para o presidente da European Automobile Associates, Mario Arnaldo ", do ponto de vista legal, essas câmeras de vigilância são aboveboard não porque eles não têm qualquer controlo metrológico, e ter um sentido pedagógico duvidosa. Se você quer evitar o movimento condutor sem cinto de segurança, o importante explicaria a consequência de não usar cinto de segurança. "

Cerca de 300 câmeras de vigilância DGT

DGT será a instalação de câmeras de vigilância ao longo do ano, a aproximadamente 300. As imagens coletadas são exibidos no centro das telas DGT. Depois que as imagens são recebidas lá, eles são enviados para o Centro de Reclamações Leon. Não passar filtrar uma primeira regra de vídeo-análise (geralmente cerca de 70 por cento) as imagens que vêem claramente que o motorista está usando um cinto de segurança. Que outros 30 por cento das imagens do sistema de vídeo-análise não detectou o uso de cintos de segurança estão passando ser observados individualmente por um operador do centro de León. Neste caso carry manipulado o processo de sanção correspondente para o caso de não utilização do cinto acarreta uma pena de 200 euros e perda de 3 pontos de licença. 60% destas câmaras serão instaladas em estradas convencionais, que são aqueles que têm as taxas de acidentes mais elevadas e taxas de acidentes e 40% em altas faixas de ocupação.

Lembre-se que no passado mês de Março, a Direcção Geral de Tráfego testado essas câmeras de vigilância em três vias expressas (A1, A2 e A3 em Madrid) para controlar o uso de cinto de segurança. Na sequência dos resultados de testes realizados com essas câmeras, verificou-se que 2 por cento dos condutores dos veículos foram capturados sem uma correia.